As monitoras de uma creche que foram filmadas agredindo crianças em Itatinga acabaram afastadas e transferidas para outra função da Prefeitura, segundo informou a Diretoria Municipal de Educação ao site Agência14News nessa segunda-feira (10). Além disso, informou o Ministério Público e a Polícia Militar à TV Tem que ambos pediram a prisão das das funcionárias. A justiça deve decidir sobre o caso nas próximas horas.

O caso foi gravado na quarta-feira passada e postado na internet por uma mãe dois dias depois. Na segunda foi dia de reunião da Prefeitura com os pais e as providências administrativas. O caso ganhou repercussão nacional.

Um pai chegou ainda a gravar uma conversa quando foi tirar satisfação com uma das funcionárias e isso se prolifero pelo WhatsApp. A mulher alegava que tinha pedido afastamento e transferência porque seu filho tinha sido internado na Fundação CASA e estava abalada, mas a diretoria da educação nega essa versão.

A Diretoria de Educação da Prefeitura emitiu nota ao site Agência14News informando que afastou s funcionárias que respondem a processo administrativo. O setor da Prefeitura ainda respondeu que o caso está sendo apurado pela polícia, sendo que mais imagens serão buscadas para saber se ocorreram outras agressões. (Do Agência14News).

Últimas Notícias : Pages : FM Integração